BANNER SITE JOBIN (1)
A questão migratória e as estratégias de convivência entre culturas diferentes 

 

As diferenças culturais contemplam aspectos tais como: comunicação verbal e não verbal, o tempo e as percepções segundo cada cultura, gastronomia típica local, religião e suas crenças e, por fim, adaptação cultural.

O choque cultural é uma experiência que atinge à todos que saem de seu país natal de modo diferenciado no país escolhido como destino.

Essa experiência depende do tempo de permanência, da sua capacidade para tolerar a ambiguidade e do grau de diferença entre seu país natal  e aquele que escolheu como destino.É importante o seu grau de adaptabilidade, desenvolvendo a habilidade de resolver problemas de forma eficaz para conseguir conviver com a nova cultura.

O aprendizado do idioma local é fundamental para lidar  de forma eficiente com os habitantes do país reduzindo seus níveis de estresse e os efeitos do choque cultural. 

Aprenda o máximo que puder sobre a cultura local,mantenha uma mente aberta e seja flexível ao aceitar as diferenças culturais e o modo de ser e fazer das pessoas locais.

A adaptação a uma nova cultura leva tempo ,por isso,tenha paciência e aprenda com os erros.

O movimento decasségui no Japão é um bom exemplo de choque cultural.Com a necessidade de mão de obra, o Japão recebeu os descendentes brasileiros que apesar de terem uma herança cultural com seus anfitriões evidenciou uma significativa separação social entre os japoneses.

Os brasileiros descendentes na sua maioria encontraram inúmeras dificuldades no processo de adaptação ao Japão ,causando frequentemente prejuízos psicológicos e sociais,decorrente da falta de domínio do idioma,a exaustiva carga horária de trabalho (em geral em fábricas ),grandes diferenças culturais entre Brasil e Japão,conflitos de identidade cultural,além de preconceito e discriminação dos locais.

Fonte bibliográfica

Sites :